Comer carboidrato à noite… Afinal, engorda?



Por Joselaine Sturmer

Muito se fala sobre o perigo de comer carboidrato após as 18h. Várias propostas alimentares para emagrecimento enfatizam a importância de se retirar o carboidrato do jantar para um emagrecimento mais efetivo.

Afinal, isso funciona?

Depende.

Mesmo saudável, o sanduíche pode não ser a melhor opção para comer pouco antes de dormir

Comer menos carboidrato no jantar, facilita a digestão e ajuda o emagrecimento, desde que possamos escolher certo o que comer. O ideal é fazermos um bom lanche até as 18h, com leite ou iogurte desnatados acompanhando cereais como granola ou aveia ou se preferir um sanduíche feito com pão integral e queijo branco.

Após esse horário o ideal é comermos fibras que encontramos nas frutas ou saladas frias ou quentes com proteína magra. Desta maneira podemos evitar picos de glicemia à noite o que contribui para um maior armazenamento de energia, e consequentemente o aumento de peso.

E abuse dos chás! O chá mais indicado é o chá branco e o de cavalinha. O chá branco é termogênico (auxilia na queima de calorias)  e o de cavalinha é diurético (ideal para quem sofre com inchaço devido à retenção de líquido).

 

Abaixo relaciono três sugestões de jantares sem carboidrato que podem auxiliar num emagrecimento sadio.

  1. Sopa de verduras (todas as verduras possíveis), sem arroz, massas ou batatas. Pode adicionar carnes brancas magras ou ovos e incluir quinua grãos para aumentar a cremosidade e a qualidade da proteína.

  2. Omelete de frios magros – duas claras, uma gema, duas fatias de queijo magro e cenoura ralada. Serve-se com uma salada crua ou cozida temperada com oliva e gergelim ou chia.

  3. Prato Tropical – duas frutas diferentes (mamão e abacaxi), saladas cruas, vegetais cozidos acompanhados com ovo cozido ou duas fatias de queijo branco e uma fatia de peito de peru.

    Agradecimentos a Joselaine Sturmer, nutricionista, CRN 2102 Especialista em Nutrição Clínica e Mestre em Geriatria e Gerontologia.

    Visite o site da especialista  http://www.reeducacaoalimentar.ntr.br/

Comentários fechados.